Alagoas Real

Blog de notícias sobre saúde,medicina,enfermagem e cidadania

.

31 de agosto de 2014

Mais Médicos: relação entre desistência dos cubanos e a polícia política de Fidel e Raúl Castro

O G2 como provável mecanismo para reduzir o abandono de cubanos do Mais Médicos



É chamado G2 em Cuba, a polícia política dos Castro. 

Ele é responsável pela coleta de dados de inteligência e por praticar os atos de repressão em Cuba e no mundo.

Cada equipe de médicos internacionalistas é acompanhada por agentes de segurança do Estado de Cuba a fim de evitar a liberdade de locomoção monitorando seus movimentos e expressões


Chefe dessa Brigada , é Secretário do Partido (PCC ) 

Continue a leitura :
Menor índice de abandono dos cubanos no Mais Médicos pode ser atribuído ao G2 
Leia mais...

Médicos cubanos,bens exportáveis no mundo dos negócios



Médicos ou mulas em exportação?

Em um artigo publicado no jornal Juventud Rebelde, li sobre os novos vencimentos para os trabalhadores de saúde. Isso é uma boa notícia para todos aqueles que cuidam da saúde do povo, tanto dentro da nossa ilha como em outros países. 

Mas o que me incomodou nesse artigo foi o uso do termo "exportação" para se referir a homens e mulheres que usam jaleco branco que trabalham em outros lugares, como se fossem uma mercadoria no mundo dos negócios. Até que pode ser assim, porque conhecemos que por este conceito o Governo da Ilha recebe nada menos que 8.000 milhões CUC. ( 1 CUC = 1 dólar)

Qualquer um que conheça este boom de negócios realizado pelas autoridades podem concluir que até nossos profissionais de saúde foram classificados como pura mercadoria, em pé de igualdade com um saco de açúcar ou um saco de doces.

Essa expressão pode ser considerada depreciativa, quando em vez disso deveriam reconhecer a importância desses trabalhadores em nosso país. Em nossa língua, há outras palavras mais apropriadas para esse fenômeno. Não se trata de quadrúpedes, mas de seres humanos; Eles são médicos, enfermeiros, técnicos de laboratório, etc, que merecem respeito pelo trabalho que realizam.

Traduzido e editado pelo Blog Alagoas real
Se copiar ou criar link,é obrigatório citar o Blog Alagoas Real e a fonte
Do artigo original 

¿Médicos o mulos en exportación?
Leia mais...

Ordem dos Médicos : Contratação de médicos cubanos é uma "péssima medida de gestão"

O presidente da Ordem dos Médicos de Portugal José Manuel Siva classifica de inqualificável o processo de contratação dos médicos cubanos, que já custou 12 milhões de euros ao Estado português
Prof. Dr. Jose M Silva
Ordem dos Médicos 

José Manuel Siva considera o acordo uma péssima medida de gestão que sai mais cara. “Temos centenas de médicos especialistas a emigrar, temos milhares de médicos aposentados que podiam ser contratados, temos médicos saindo para o setor privado devido à desqualificação tremenda e às dificuldades do exercício da medicina no Serviço Nacional de Saúde. E a solução para a gravidade destas situações, que o ministro da Saúde preferiu, foi contratar 50 médicos cubanos que representam para o Estado português o dobro da despesa que tem com os portugueses. Isto é absolutamente inqualificável"

O acordo de cooperação entre Portugal e a empresa estatal Serviços Médicos Cubanos prevê um valor mensal superior a quatro mil euros, por cada profissional. Em Portugal um médico de família ganha 2.800 euros.

“A divulgação destes documentos vem confirmar o que a Ordem há muito tempo tinha denunciado: o fato de estarem pagando a médicos cubanos, sem especialidade, valores que são o dobro daquilo que se paga aos especialistas portugueses”, disse José Manuel Silva.


A Ordem dos Médicos também já pediu, em tribunal, para ter acesso ao documento, mas ainda aguarda pela decisão judicial.

Traduzido e editado pelo Blog Alagoas real
Se copiar ou criar link,é obrigatório citar o Blog Alagoas Real e a fonte
Do artigo original 

Contratação de médicos cubanos é uma "péssima medida de gestão"
Leia mais...

Saúde em Cuba : Quando há receitas médicas,ali vai propaganda comunista


Por: Evelin Pineda Concepción.*

Propaganda da Saúde

Entre os cartazes com desenhos gráficos que o regime comunista faz para propagar suas idéias e transmiti-las para o povo, este é um dos inúmeros que atualmente podemos ver em hospitais, clínicas odontológicas e policlínicas da capital. 

"Os serviços de saúde em Cuba são gratuitos,porém custam ao Governo"
Prescrição de um médico em Cuba. 

Algumas são colocadas em quadros e seu conteúdo diz: "Sua saúde é gratuita ... mas custa"-seria preferível que não fosse gratuita, porém paga, e que servisse. 

Mas o governo não acha suficiente a publicidade gráfica,e colocam nas receitas a mesma frase. Claro que é mais fácil vê-la no quadro de aviso, porque as receitas impressas são raridades e na maioria dos casos,os médicos usam um pedaço de papel branco, e às vezes nem papel eles têm. 

Esta é a grande contradição entre a propaganda e a realidade.

Traduzido e editado pelo Blog Alagoas real
Se copiar ou criar link,é obrigatório citar o Blog Alagoas Real e a fonte
Do artigo original 
http://medicinacubana.blogspot.com.br/2014/08/cuando-hay-recetas-medicas-ahi-va-la.html
Leia mais...

MSF busca profissionais para o trabalho em campo e no escritório.


"Quando você decide juntar-se à equipe de MSF, faz mais do que uma escolha profissional; faz também uma opção de vida. Nossos profissionais são pessoas que, acima de tudo, acreditam no trabalho humanitário imparcial, neutro e independente realizado pela organização mundo afora e sentem-se motivadas por ele. Os profissionais de MSF não são voluntários; recebem remunerações e participam de processos de seleção rigorosos. Não são, no entanto, os salários que atraem e retêm os profissionais na organização e, sim, a satisfação de trabalhar por uma causa que contribui para a vida de tantas pessoas."


Conheça o processo de seleção aqui
Leia mais...

30 de agosto de 2014

Cuba: Terror e tortura como mecanismo de governo - Por Florencia Mirolo



É uma característica do comunista minimizar e esconder as suas próprias atrocidades neste tipo de sistema. No caso de Cuba,o conhecido mitômano Fidel Castro, declarou sem ruborizar e na presença de jornalistas americanos no Palácio da Revolução em (Havana, 1983) a seguinte frase:
"Do nosso ponto de vista, nós não temos nenhum problema de direitos humanos:aqui não há nenhum desaparecido aqui não existem torturados e não há assassinatos. Em 25 anos de Revolução, apesar das dificuldades e dos perigos que passamos, nunca cometemos tortura, nunca cometemos um crime. "

Traduzido e editado pelo Blog Alagoas real
Se copiar ou criar link,é obrigatório citar o Blog Alagoas Real e a fonte
Do artigo original 

Por Florencia Mirolo
Investigadora del Centro de Estudios Libertad y Responsabilidad
Cuba: Terror y tortura como mecanismo de gobierno

Leia mais...